O Japão, país famoso por seus subsídios enormes para celulares apenas para prender as pessoas em contratos de dois anos, agora oferece o iPad de 16GB de graça para novos usuários que assinarem o contrato. No Reino Unido e na França, o mesmo já está acontecendo. Por que nós não temos isso?

Na realidade, as operadoras japonesas sempre foram muito adeptas dos subsídios, oferecendo smartphones topo de linha por cerca de 99 dólares, desde que o usuário entre num contrato de dois anos. O lance interessante aqui é que as operadoras estão considerando o iPad mais como um celular e menos como um laptop, do tipo que você só precisa de cobertura 3G de vez em quando ou pode comprá-lo desbloqueado.

Agora com a chegada do iPad no Brasil, seria interessante se alguma operadora fizesse isso por aqui. Mas isso é, claro, um sonho. Primeiro porque a Anatel proíbe contratos de dois anos com operadoras. Segundo: o Galaxy Tab mais barato vendido no Brasil sai por R$599 num plano da Claro de mais de R$600 por mês. Se alguma operadora está pensando em dar o iPad de graça para cobrar R$999 mensais, é melhor guardar essa ideia na gaveta de frustrações. [Moconews]