A Amazon anunciou um novo serviço nesta quarta-feira (25) que vai permitir à gigante da tecnologia pisar dentro da casa de seus clientes nos Estados Unidos. O Amazon Key é feito para membros Prime e vem com um kit que inclui a câmera de segurança Cloud Cam, da companhia, e um smart lock compatível.

Funciona assim: uma vez que a Amazon autoriza uma entrega, a empresa vai ligar a Cloud Cam e destravar sua porta, permitindo ao entregador deixar seu pacote. A pessoa poderá ver isso acontecer ao vivo ou depois, por meio de uma gravação da câmera.

A Amazon está promovendo o serviço como uma alternativa avançada para a chave debaixo do tapete — você pode escolher quem tem acesso à sua casa e vai receber uma notificação sempre que alguém entrar ou sair. É também uma maneira de a Amazon atrai-lo a priorizar seus serviços. De acordo com o anúncio do Amazon Key, a empresa está lançando 1.200 serviços “nos próximos meses”, incluindo um de limpeza da Merry Maids e um de babá e caminhadora de cães da Rover.com.

Com o Amazon Key, profissionais da Amazon Home Services vão conseguir facilmente entrar na casa dos clientes, seja para limpá-la ou levar o cachorrinho da família para um passeio pelo bairro. Para aqueles que não se sintam confortáveis com estranhos entrando e saindo de suas casas, a Amazon está tentando amenizar a preocupação com sua câmera de segurança inteligente. Se algo dá errado, a pessoa pode ver ao vivo, em alta definição.

Não está claro como a Amazon lidaria com algum profissional desonesto. Por exemplo, se decidissem obstruir a vista da Cloud Cam. Ou se, mais insidiosamente, houvesse algum problema com a smart lock, permitindo a qualquer um ter acesso à casa.

A Amazon já tem um ouvido no lar de seus usuários com os dispositivos com Alexa; nos EUA, já prometeu rápido acesso a mercadorias por meio dos botões do Amazon Dash, Amazon Restaurants e das entregas da Whole Foods. Com o Key, a empresa está encorajando seus clientes a não apenas ter um ouvido da companhia dentro de suas casas, mas também um olho.  E, mais importante: um monte de estranhos também. A empresa está confiando muito nas pessoas como meios de tecnologia. Mas a tecnologia nem sempre é confiável, e as pessoas podem ser horríveis também. Entretanto, a companhia espera que seus clientes ignorem tudo isso e simplesmente entreguem suas chaves.

Imagem do topo: Getty