A Amazon está em todas as partes de nossas vidas. Muitos de nós usamos seus alto-falantes Echo e suas câmeras de segurança Ring. Além disso, é o nosso destino de compras online para estocar produtos essenciais para a casa. De muitas maneiras, a empresa pode ser considerada um utilitário para as famílias. Mas, considerando a quantidade de produtos que a Amazon fabrica especificamente para crianças, como você protege seu filho de se tornar um potencial cliente?

Isso é algo que eu penso bastante. Ainda mais agora, considerando que a Bloomberg relatou que a Amazon pretende lançar outro produto para para crianças: um smartwatch com Alexa. A corporação, que atualmente fabrica um dispositivo fitness para adultos chamado Halo, aparentemente teve a ideia do produto após a Apple lançar seu recurso de configuração de família para o Apple Watch. O Family Setup permite que os pais adicionem, configurem e gerenciem um Apple Watch para seus filhos.

De acordo com a Bloomberg:

“Com o codinome ‘Seeker’, o dispositivo equipado com GPS seria voltado para crianças de 4 a 12 anos e poderia assumir a forma de uma pulseira, chaveiro ou clipe, de acordo com documentos revisados ​​pela Bloomberg. O wearable ativado por voz forneceria acesso ao conteúdo voltado para crianças da Amazon e permitiria que os pais se comunicassem e monitorassem seus filhos.”

A Amazon planeja vender o wearable Seeker por US$ 100 e oferecer conectividade sem fio, além de uma assinatura de um ano para o rebatizado Amazon Kids +. Ela deve custar US$ 3 por mês para livros, filmes, programas de TV, aplicativos e jogos adequados para crianças em qualquer um dos dispositivos da Amazon, incluindo os monitores inteligentes Echo Show.

Ainda de acordo com os documentos, a Amazon estaria desenvolvendo produtos adicionais habilitados para Alexa para crianças, incluindo um microfone de karaokê chamado Jackson. Haveria também um dispositivo vestível sendo desenvolvido em parte com a Disney, chamado Magic Band. Deve chegar ainda este ano, embora não esteja claro se há alguma afiliação com as atuais pulseiras MagicBand usadas pelos parques Disney e hóspedes dos hoteís.

No momento, existem alguns métodos para os pais gerenciarem as interações de seus filhos com o assistente digital: exclua manualmente todas as gravações do painel do Alexa, configure-o para excluir as gravações periodicamente ou lembre-se de gritar para Alexa limpar a última interação. Imagine ter que fazer isso para cada comando proferido por seu filho a um smartwatch com Alexa enquanto eles estão fora de casa.

Assine a newsletter do Gizmodo

Não se trata apenas de formas de planejamento da Amazon para trazer o resto da família para o mundo tecnológico. Facebook , Google e Apple também têm os próprios produtos. É por isso que é hora de considerar se as empresas de tecnologia deveriam vender diretamente para os nossos filhos. Foi assim que a Amazon treinou Alexa para ler um livro. E até que haja mais proteções para impedir que esses dispositivos aparentemente inofensivos desviem dados e dinheiro das crianças, os pais e responsáveis ​​são os únicos que podem fazer tal proteção.