A Anatel volta a aplicar multas às operadoras que descumpriram metas de qualidade. Desta vez, o alvo da agência é a Vivo e – de novo – a Oi.

Segundo a Folha, a Telefônica Vivo foi multada por não atingir uma meta de qualidade no atendimento ao consumidor. Trata-se do reparo de telefones fixos: a operadora não obedeceu os prazos para consertar suas linhas, e por isso terá que pagar R$ 3,9 milhões.

A Vivo pode ter desconto, no entanto: se ela não recorrer da decisão à Anatel, paga só R$2,9 milhões. A operadora lembra que este problema foi identificado em 2011, e diz que “já foi superado com os investimentos realizados” – mas não revela se vai recorrer.

Por sua vez, a Oi foi multada de novo, desta vez por não atingir metas mínimas de universalização na telefonia fixa. A multa é de R$ 4,6 milhões. Segundo a Anatel, não cabe mais recurso na esfera administrativa. No entanto, a Oi lembra que isso se refere a uma fiscalização feita em 2002, e diz que vai recorrer na Justiça.

Na semana passada, a Oi foi multada em R$34,2 milhões por má qualidade nos serviços de telefonia celular, tanto na Telemar Norte Leste (atua na Amazônia) como na 14 Brasil Telecom Celular (atua no Sul e Distrito Federal). Segundo o G1, foram diversas metas não-cumpridas: taxa máxima de reclamação de clientes; taxa de resposta ao usuário; taxa de recuperação de falhas ou defeitos; entre outras.

Os problemas se referem principalmente ao ano de 2009. A Oi avisa que também vai recorrer desta decisão na Justiça. [Folha e G1]