O Android Wear vem recebendo diversas atualizações ao longo dos últimos meses, e agora permite fazer e receber ligações – desde que o relógio tenha um chip de celular.

É o caso do LG Watch Urbane Second Edition, que vimos em outubro. Ele não dependerá necessariamente do seu celular ou de Wi-Fi para receber notificações: o relógio usa redes 3G/4G quando não houver Wi-Fi por perto, ou quando seu smartphone estiver longe.

O Google explica que, com a rede celular, “você poderá usar o seu relógio para enviar e receber mensagens, acompanhar sua atividade física, obter respostas do Google e rodar seus apps favoritos. E sim, você poderá fazer e receber chamadas a partir do seu relógio”.

O LG Watch Urbane 2nd Edition LTE – com tela circular 480×480, corpo de metal e processador Snapdragon 400 – será lançado este mês na Coreia do Sul e EUA, onde ele custa US$ 300.

LG Watch Urbane 2 handson (2)

Smartwatches que fazem ligações com um chip próprio não são novidade: a Samsung tem o Gear S e Gear S2, que rodam Tizen; e a própria LG tem o Watch Urbane LTE, que roda webOS. Mas o Android Wear vem absorvendo recursos desses sistemas alternativos, reduzindo a necessidade de usá-los.

Este ano, o Android Wear ganhou suporte a Wi-Fi (algo presente no Apple Watch); passou a funcionar com o iPhone; e permite encontrar seu smartphone Android perdido (algo presente nos relógios Galaxy Gear).

Há também alguns recursos únicos: alterne entre os cards girando o pulso para trás e para frente; faça desenhos que se transformam em emoji; e use um tradutor de voz que reconhece idiomas automaticamente.

[Android Official Blog via PC World]