Há duas décadas, Håkon Wium Lie – hoje diretor técnico da Opera – publicou um documento que mudaria o webdesign para sempre, com o título Folhas de estilo HTML em cascata – uma proposta. Hoje em dia, o CSS está no cerne do webdesign, fazendo o HTML e XML ganharem vida.

Os humildes arquivos CSS (folhas de estilo em cascata) são pouco mais do que sequências de texto falando sobre fontes, cores, bordas, tamanhos e outros. Mas, com eles, é possível elaborar separadamente a forma e o conteúdo das páginas da web.

No aniversário do CSS, o Dev.Opera fez uma ótima entrevista com Håkon Wium Lie sobre a linguagem – é uma leitura fascinante. Por exemplo, ele explica como o CSS salvou o HTML:

O HTML teria sido muito diferente se o CSS não tivesse aparecido. Desenvolvedores que vieram para a web e trabalhavam com editoração eletrônica ficavam perplexos com a falta de tags <color> e <font>. Inclusive eu. Na minha primeira publicação real na web, eu tive que recorrer a imagens com texto – você pode vê-las nesta publicação de 1993.

Se isso tivesse continuado, a web teria se tornado uma enorme máquina de fax, onde seriam repassadas imagens de texto, não o texto em si. Isso teria sido terrível para usuários cegos e para motores de pesquisa. O CSS foi proposto para evitar isso, dando aos desenvolvedores uma forma de expressar seus designs sem acrescentar novas tags HTML.

Continue lendo aqui. E se você não manja de webdesign mas ficou curioso, o Codecademy oferece um curso de HTML e CSS para iniciantes. Feliz aniversário, CSS! [Dev.Opera]

Foto por jimsef/Flickr