Apesar da forte competição, RIM consegue aumentar lucros em 33%

Já faz um bom tempo desde que um handset BlackBerry realmente foi o foco das atenções. O novo e aparentemente legal BlackBerry Tour, por exemplo, foi esmagado pela avalanche recente de notícias da Palm e da Apple. Apesar disso, a RIM vai muito bem, com um salto de 33% no lucro do segundo trimestre em relação ao ano passado – e o estímulo veio quase inteiramente de consumidores finais, não do pessoal corporativo. [NYT]

Já faz um bom tempo desde que um handset BlackBerry realmente foi o foco das atenções. O novo e aparentemente legal BlackBerry Tour, por exemplo, foi esmagado pela avalanche recente de notícias da Palm e da Apple. Apesar disso, a RIM vai muito bem, com um salto de 33% no lucro do segundo trimestre em relação ao ano passado – e o estímulo veio quase inteiramente de consumidores finais, não do pessoal corporativo. [NYT]

Sair da versão mobile