Essa semana foi anunciado a pré-venda de Horizon Forbidden West pela Sony, porém muitos consumidores ficaram incomodado que a empresa havia prometido que quem tivesse o segundo título no PS4, poderia fazer um upgrade gratuito para o PS5, o que não foi visto na pré-venda.

Na loja digital da PlayStation, o jogo possui três versões: uma para PS4 (R$ 299,90) sem direito ao upgrade e outra para PS5 (R$ 349,90). Os jogadores que fazem questão de ter a versão compatível em ambos os consoles, teriam que adquirir a Edição de Luxo Digital pelo valor de R$ 399,50.

Isso gerou uma onda de usuários reclamando da situação e que a Sony havia dito em setembro do ano passado que haveria uma atualização sem cobranças. Ontem (04), o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment Jim Ryan se pronunciou sobre o caso e voltou atrás.

“No ano passado, assumimos o compromisso de fornecer atualizações gratuitas para nossos títulos de lançamento de várias gerações, que incluíam Horizon Forbidden West. Embora o impacto profundo da pandemia tenha empurrado Forbidden West para fora da janela de lançamento que inicialmente imaginávamos, nós manteremos nossa oferta: os jogadores que comprarem Horizon Forbidden West no PlayStation 4 poderão atualizar para a versão PlayStation 5 gratuitamente.”

Ryan também afirmou que os futuros títulos exclusivos do console terão uma cobrança de US $ 10 na atualização digital do PS4 para o PS5, como o próximo God of War e Gran Turismo 7.

Horizon Forbidden West estava previsto para sair no final de 2021, mas a continuação foi adiada para 18 de fevereiro do ano que vem.

Assine a newsletter do Gizmodo