O lançamento de áudio de alta fidelidade para o Apple Music foi recebido com entusiasmo pelos assinantes do serviço, mas também gerou alguns questionamentos sobre o que significa o recurso. Para tentar esclarecer esta e outras dúvidas, a Apple lançou uma página de perguntas e respostas sobre a nova função. Além disso, a companhia confirmou que os alto-falantes HomePod e HomePod mini serão compatíveis com à novidade.

No último sábado, a Apple lançou uma página de suporte para explicar como funciona o áudio de alta fidelidade no Apple Music. Basicamente, trata-se de uma forma de comprimir o som para preservar todos os dados do arquivo original — a maioria das técnicas de compressão de áudio faz com que a qualidade final se perca durante tais processos. Dessa forma, a música que o usuário for ouvir será exatamente ou a mais próxima possível daquela gravada pelo artista dentro do estúdio.

Para o Apple Music, a companhia usou a Apple Lossless Audio Codec (ALAC), uma tecnologia própria de compressão de áudio sem perdas, tanto em 16 bits/44,1 kHz (qualidade de CD) quanto em 24 bits/48 kHz nos dispositivos da empresa. Haverá uma opção ainda mais alta, de 24 bits/192 kHz, mas que vai depender do aparelho e da internet do usuário, já que reproduzir áudio nessa qualidade exige uma grande quantidade de dados.

É aí que entra um detalhe importante: nenhum dos fones de ouvido da Apple — AirPods, AirPods Pro, AirPods Max e os produtos da Beats — será compatível com o novo áudio de alta fidelidade do Apple Music. Segundo a Apple, não foi possível levar a tecnologia aos acessórios porque as conexões Bluetooth que eles oferecem não são compatíveis com o recurso.

No caso do AirPods Max, que no Brasil custa R$ 6.899, a Apple disse ao The Verge que os fones sozinhos não conseguem reproduzir áudios em alta resolução sem perdas (Hi-Res Lossless). Isso acontece porque, ao tentar tocar uma música lossless de 24 bits a 48 kHz em um iPhone usando o AirPods Max via cabo, o áudio então é convertido para analógico e transformado novamente em digital para 24 bits a 48 kHz. Justamente por causa dessa conversão, o áudio perde a correspondência exata ao arquivo original.

Para usar o AirPods Max para reproduzir músicas de alta fidelidade sem perdas, o usuário precisa ter um equipamento externo, como, por exemplo, um conversor digital para analógico. Tendo esse dispositivo adicional, é necessário usar um cabo via USB para fazer a transferência do áudio de alta fidelidade.

Assine a newsletter do Gizmodo

Lembrando que isso se aplica ao momento atual do recurso, que será lançado em junho para assinantes do Apple Music, sem custo adicional. Eles ainda receberão suporte para áudio espacial e Dolby Atmos. Músicas baixadas pelo iTunes, assim como rádios, conteúdo sob demanda no Apple Music 1, Apple Music Hits, Apple Music Country e clipes de vídeo não serão compatíveis.

E uma boa notícia para donos do HomePod e HomePod mini: os alto-falantes da Apple também ganharão futuramente suporte para a tecnologia de áudio de alta qualidade sem perdas. A companhia não tinha incluído os dispositivos na lista de atualização, mas mudou de ideia repentinamente.