Alguns meses atrás, um punhado de notícias sugeria que você poderia comprar um iWatch até o fim do ano. É bem provável que elas estejam erradas — e, agora, o Financial Times diz que a espera pode ser ainda maior.

A nota do FT explica que, de acordo com fontes, a Apple tem feito contratações agressivas de pessoal para trabalhar no tal relógio inteligente em acréscimo às “várias dúzias” que já estavam em cima do projeto. O jornal alerta que ainda assim Tim Cook pode simplesmente engavetar o projeto.



O que é meio óbvio, né? A Apple é famosa por descartar ideias que não funcionam. Além disso, qualquer empresa de tecnologia que se preze gasta dinheiro, tempo e esforço em pesquisa e ideias; só por que uma delas caiu na máquina de rumores não significa, necessariamente, que algum dia será transformada em produto comercial.

O mais interessante é a informação do jornal de que, se o projeto for adiante, fontes dizem que um relógio certamente não ficaria pronto para ser vendido até o segundo semestre de 2014 — o que enterra todos os rumores do começo do ano. Se isso estiver correto, será interessante ver o que as outras empresas (Google, Samsung, Pebble, qualquer uma) podem fazer com esse lapso de vantagem de 12 meses. [FT via MacRumors]