A Apple tem um plano para aumentar a venda dos novos iPhones que, segundo as últimas reportagens, não têm tido os resultados esperados. A estratégia é oferecer bons descontos para consumidores que trocarem seus iPhones antigos por um modelo deste ano, conforme uma reportagem da Bloomberg.

• Apple diz que iPhone XR tem vendido mais do que o iPhone Xs
• Apple deixará de liberar números de vendas de iPhones, iPads e Macs

Nos Estados Unidos, um iPhone XR, que custa US$ 749, pode ser comprado por US$ 449 caso o cliente entregue um iPhone 7 Plus, que foi lançado há dois anos. É um desconto alto, de US$ 300.

Essa promoção surgiu no site da companhia no último domingo (2), em um banner que destacava que os consumidores poderiam adquirir um novo iPhone por US$ 449. O detalhe era um asterisco na imagem e um texto menor, explicando a oferta.

Grandes descontos como esse não são comuns para a Apple, que sempre se posicionou como uma marca de produtos caros e muito desejados. De acordo com a Boomberg, houve uma valorização entre US$ 25 e US$ 100 para iPhones antigos nessas ofertas de troca da companhia.

Além disso, a marca instruiu seus funcionários a mencionarem com mais frequência sobre o programa de troca com os clientes que visitam as lojas físicas.

A ações da Apple vêm caindo nos últimos meses, especialmente depois do anúncio dos seus resultados fiscais do último trimestre do ano. Na ocasião, a companhia disse que não iria liberar mais números de vendas de iPhones, iPads e Macs. Esse movimento foi visto por alguns investidores de forma negativa, com o sentimento de que a empresa não tinha números bons o bastante para mostrar.

O valor de mercado da empresa já caiu em um quinto em relação ao começo de outubro.

Na tentativa de amenizar os impactos, o vice-presidente de marketing de produto da Apple, Greg Joswiak, deu uma entrevista à CNET em que disse que o iPhone XR “tem sido o nosso iPhone mais popular em todos os dias desde o dia em que ele passou a estar disponível”.

A Apple não comentou a reportagem da Bloomberg.