O coronavírus alterou a vida das pessoas de inúmeras maneiras e, no meu caso, mostrou a impossibilidade de desbloquear meu iPhone com o Face ID enquanto usava uma máscara em espaços públicos. Lógico, não está entre as piores consequências do vírus, mas é chato demais o recurso não funcionar nesses tempos tão difíceis.

De acordo com a CNBC, a Apple está se preparando para lançar um recurso no iOS 13.5 que permitirá deslizar imediatamente para cima para digitar sua senha quando você estiver usando uma máscara, em vez de fazer com que você espere pelo pequeno mas irritante atraso entre quando o telefone tenta digitalizar seu rosto e quando a tela da senha é exibida.

Isso aliviará um pouco da minha irritação, mas, ainda importante, poderá tornar a vida um pouco mais fácil para trabalhadores da área da saúde que realmente precisam usar máscaras o dia todo.

Idealmente, o Face ID funcionaria mesmo com uma máscara — afinal, ele me reconhece quando estou usando um chapéu e óculos de sol grandes. Mas a câmera frontal com detecção de profundidade do iPhone faz uma varredura em 3D de todo o seu rosto e, aparentemente, seu nariz, boca e queixo são muito importantes quando se trata de detectar sua identidade. Até que o iPhone possa digitalizar minhas retinas e terminar com isso, essa solução alternativa terá que ser executada.

O ajuste do Face ID chegou primeiro em uma versão beta para desenvolvedores nesta quarta-feira (20), portanto, o resto de nós provavelmente terá que esperar mais um pouco antes de lançar uma atualização de software.

Até rolar isso, você tem três opções:

  • desativar completamente o Face ID (não é o ideal, porque é mais seguro que uma senha e também muito conveniente quando você não está usando uma máscara);
  • configure o recurso de aparência alternativa do Face ID usando uma máscara e espero que ele realmente funcione;
  • lide com o aborrecimento xingando baixinho toda vez que tentar desbloquear o telefone.

Uma das razões por que o iPhone SE da Apple, de US$ 400, é tão tentador, além do tamanho e do preço nos EUA, é que ele ainda possui um botão home com Touch ID. Então, usá-lo com máscara não é um problema.

A versão beta para desenvolvedores liberada nesta quarta também inclui a API de rastreamento de contatos da Apple para COVID-19, que permitirá que os desenvolvedores de aplicativos de saúde pública notifiquem as pessoas quando expostas ao vírus. Essa atualização é definitivamente mais significativa do que o truque para o Face ID, porém considerarei isso uma pequena vitória nestes tempos difíceis.