Entre telas miniLED e algumas mudanças importantes no iPadOS 15, a Apple parece estar sempre renovando o tablet com novidades realmente significativas. Também, não é para menos: o dispositivo alcançou níveis estelares de vendas em 2020. E sabe qual o último boato? O iPad mini será o próximo da lista a ganhar uma repaginada completa, com design mais fino e sem o botão Home.

Mark Gurman da Bloomberg, que costuma divulgar rumores sobre planos futuros da Apple, afirma que o novo iPad mini trará “o maior redesenho de sua história em nove anos”. Além disso, conforme informa o 9to5Mac, o aparelho terá um novo processador, que ainda não sabemos se será o chip M1 usado no iPad Pro ou algo inteiramente inédito. Nos últimos meses, a Apple tem renovado todos os seus aparelhos para os próprios processadores — dos Macs aos iPads —, portanto essa notícia não chega a ser surpreendente.

Voltando para a aparência do produto, outros especialistas de mercado já sinalizavam que o próximo iPad mini deve lembrar bastante o último modelo de iPad Air, que por sua vez ganhou bordas mais finas, um sensor Touch ID em uma das laterais, USB-C para substituir a porta Lightning e a remoção do botão Home. Dessa forma, o iPad mini manteria suas proporções reduzidas, mas ganharia um aumento significativo de tela por conta dessas mudanças.

Com isso, o iPad mini com as atuais 7,9 polegadas passaria a ter entre 8,5 e 9 polegadas em sua nova versão. Essas atualizações seriam mais significativas do que o iPad Mini de 5ª geração, lançado em 2019. Na época, o dispositivo ganhou suporte ao Apple Pencil, bem como o processador A12. Por conta do iPadOS 15, o aparelho mais compacto deve se tornar um companheiro mais intuitivo no ambiente de trabalho — algo que a Apple vem projetando há anos.

iMac também deve ganhar novidades

Gurman ainda observou que a Apple já tem planejado um novo modelo iMac, agora com tela maior e processador Apple Silicon. Ele deve ser uma alternativa ao iMac M1 de 24 polegadas apresentado durante um evento em abril deste ano. Ao que tudo indica, também será um substituto para o iMac maior, de 27 polegadas, que parou de ser vendido recentemente no site da companhia.

Assine a newsletter do Gizmodo

Não está claro se o iMac maior ficará pronto ainda este ano. Contudo, a Bloomberg afirmou anteriormente que ele não foi lançado junto com as variantes menores porque a Apple quis se concentrar primeiro na versão de 24 polegadas. Dessa forma, a empresa tem mais tempo pela frente para preparar o lançamento do produto e, quem sabe, incluir a segunda geração do chip M1 nos novos aparelhos.

Um evento focado nos dispositivos deve acontecer somente nos últimos meses de 2021, uma vez que o evento de setembro costuma ser focado nos iPhones.