A Apple lançou oficialmente mais uma atualização de segurança para corrigir uma brecha que deixa o navegador Safari vulnerável. A falha permitia o vazamento de dados do Google e também o histórico de navegação do aplicativo.

A atualização foi disponibilizada para o iOS 15.3, iPadOS 15.3 e macOS Monterey 12.2. Ela foi criada apenas para garantir o bug de segurança, e não traz nenhum recurso adicional. No entanto, a Apple recomenda que todos os usuários baixem a atualização para garantir a integridade de seus dados pessoais.

Foram lançadas atualizações de software também para WatchOS 8.4, tvOS 15.3 e HomePod Software 15.3. A atualização do WatchOS, sistema operacional para os relógios inteligentes da empresa, corrige um bug que impedia o carregamento correto do dispositivo em alguns carregadores.

O tvOS traz atualizações para melhoria de desempenho, enquanto o HomePod adiciona algumas melhorias no desempenho e estabilidade do dispositivo — incluindo suporte para até seis vozes na assistente de voz da Apple, a Siri. A atualização do HomePod é exclusiva para falantes de inglês que moram na Índia e falantes de italiano.

É bem comum as empresas lançarem periodicamente atualizações de segurança, ou correções pontuais de alguns softwares. O ideal é que a empresa descubra as vulnerabilidades antes de pessoas mal intencionadas, caso contrário, as falhas podem ser exploradas e os usuários sofrem diversos tipos de prejuízo.

Um exemplo de falha grave de segurança em um sistema da Apple era o bug que, se bem explorado por hackers, dava acesso privilegiado aos iPhones. Isso significa que o invasor teria acesso irrestrito a todas as informações contidas no dispositivo e utilizá-las como bem entendesse. A falha também facilitava a infecção por malwares, softwares nocivos, os famosos vírus e também o roubo de informações pessoais. Felizmente, a vulnerabilidade foi sanada em outubro do ano passado, graças a um patch de atualização.