A Apple liberou oficialmente nesta segunda-feira (26) o iOS 14.5. Donos de iPhones já podem baixar a atualização que, entre suas novidades, traz um novo recurso para desbloquear seus aparelhos mesmo estando de máscaras. Também foram disponibilizadas as novas versões do iPadOS, watchOS e macOS.

Uma das funções mais úteis no update para iPhone chega justamente nos tempos de pandemia: a capacidade de desbloquear seu celular com o Face ID mesmo de máscara. Mas como tudo na Apple funciona com detalhes, só quem tiver um Apple Watch poderá se beneficiar da novidade. O desbloqueio funciona de um jeito parecido ao que acontece com o pareamento do relógio com um MacBook, que por sua vez pode sair do modo repouso ao ser ligado novamente — o smartwatch solta uma pequena vibração indicando o desbloqueio.

Imagem: Apple

Outro recurso muito aguardado é uma ferramenta de privacidade que solicita ativamente que você desative o rastreamento em sites e aplicativos. A Apple agora exige que os desenvolvedores peçam aos usuários o consentimento para qualquer tipo de monitoramento nos dispositivos da empresa. O movimento se alinha com o discurso da Apple nos últimos anos em aumentar ainda mais a privacidade em seus produtos.

Há também uma função de mapas semelhante ao Waze que vai permitir aos usuários informar incidentes ou pontos de interesse na pista. É um trabalho colaborativo que já existe nos apps da concorrência, o que significa que os próprios usuários poderão destacar acidentes de trânsito, radares de velocidade, entre outras informações pertinentes. Por meio dessa funcionalidade, a Siri também poderá ser alertada e atualizar em tempo real dados durante a viagem (se a pista foi liberada após um acidente, por exemplo).

Por falar na Siri, a assistente de voz da Apple agora não usa mais uma voz feminina por padrão. Quem for configurar um dispositivo iOS pela primeira vez, verá uma opção para escolher a voz que deseja ouvir. No entanto, pelo menos neste primeiro momento, essa possibilidade está restrita à Siri no idioma inglês.

Assine a newsletter do Gizmodo

Por último, mas não menos importante, a nova versão do iOS inclui compatibilidade com as AirTags, acessórios apresentados pela Apple na semana passada e que servem para encontrar objetos perdidos. A atualização é necessária para configurar o produto e usar os rastreadores Bluetooth que fazem toda a “mágica” acontecer.

O iOS 14.5, assim como o iPadOS 14.5, watchOS 7.4 e macOS 11.3, podem ser instalados manualmente nas configurações de cada dispositivo.