O controverso conector Lightning tem um nome que combina muito com a conexão Thunderbolt nos Macs mais recentes. Mas ele deu uma dorzinha de cabeça para a Apple, porque ela teve que comprar a marca da… Harley-Davidson?

É importante notar que marcas registradas não protegem qualquer produto. Ou seja, você não poderia vender motos Lightning porque a Harley-Davidson, fabricante de motos, é dona da marca. Um conector de iPhone, no entanto, não deveria ser problema.

Mas é: o departamento de patentes e marcas registradas da União Europeia já publicou o registro do novo conector, segundo o site Patently Apple. Mas a parte mais interessante dessa história é a explicação de como foi feita a compra da marca.

“Lightning” era uma marca já registrada pela Harley-Davidson. Isso dava direito à fabricante de motocicletas de usá-la para todos tipos de itens, como partes elétricas de motos, capacetes e lanternas até TVs, jogos de videogame e óculos. Ou seja, a marca era protegida de forma bem ampla.

Então a Apple conseguiu uma “transferência parcial” do registro — o que significa que a Harley provavelmente ainda tem os direitos de usar a marca para produtos relacionados a motos. Assim, a Apple pode usar a marca Lightning para seu novo conector proprietário sem maiores problemas.

Isso também quer dizer que, infelizmente, a Apple não poderá lançar uma iMoto com conector Lightning. Droga! [Patently Apple]

Imagem: Moyan_Brenn sob licença Creative Commons