Rumores já indicavam que a Apple em breve lançaria um streaming de áudio Hi-Fi (de “alta fidelidade”) para o Apple Music — e eles estavam certos. Nesta segunda-feira (17), a Apple anunciou que vai trazer áudio espacial com Dolby Atmos e áudio sem perdas (“lossless”) para seu serviço de streaming de música em junho.

O fato de a Apple adicionar isso ao Apple Music não é exatamente surpreendente. A empresa está apostando no áudio espacial há algum tempo, com o AirPods Pro e o AirPods Max suportando o formato. Para quem não sabe, Dolby Atmos é um formato que permite mixar a música de uma forma mais envolvente. É como criar uma bolha de som ao seu redor. O bom é que, contanto que você tenha fones de ouvido da Apple com um chip H1 ou W1, você poderá usufruir disso. Desde que uma faixa seja gravada no Atmos e você tenha o hardware para suportar áudio espacial, o Apple Music tocará automaticamente no mais alto nível de qualidade. Isso vale para os alto-falantes integrados nos iPhones, iPad e Macs mais recentes.

A troca automática parece muito com o que a Apple já faz com a Apple TV. Por exemplo, se você conectar uma coluna de som compatível com Dolby Atmos, o streaming será reproduzido automaticamente no Atmos sempre que possível. Isso não significa que todas as faixas que você ouvir terão áudio espacial no lançamento. A Apple não especifica a quantidade exata, mas diz que “milhares de faixas” estarão disponíveis, com “mais faixas adicionadas regularmente”. Álbuns que suportam Dolby Atmos terão uma indicação na página de detalhes.

Como serão essas indicações de áudio Hi-Fi assim que o recurso for lançado em junho. Imagem: Apple

Enquanto isso, o streaming Hi-Fi da Apple terá 16 bits a 44,1 kHz ou áudio com qualidade de CD padrão. Ele também pode chegar a 24 bits a 48 kHz em dispositivos Apple. O recurso ainda oferece áudio sem perdas de alta resolução, que atinge 24 bits a 192 kHz. Curiosamente, a Apple também está usando o ALAC (Apple Lossless Audio Codec), formato que a empresa colocou como código aberto em 2011. Uma vez que for lançado, você poderá habilitá-lo em Ajustes > Música > Qualidade de áudio. Não está exatamente claro quando o áudio espacial e o áudio sem perdas chegarão em junho, mas os assinantes do Apple Music podem ver um trailer mostrando o recurso na seção Explorar.

O importante aqui é que tudo isso está chegando sem nenhum custo adicional para os assinantes do Apple Music. Anteriormente, especulava-se que o streaming Hi-Fi seria um recurso que viria com uma assinatura adicional custando US$ 9,99 extras. Isso é significativo porque outros serviços definitivamente cobram mais caro por áudio sem perdas, incluindo a categoria Hi-Fi do Spotify que será lançada.

A maioria dos outros serviços de streaming Hi-Fi — Qobuz, Deezer, Amazon Music HD — também custam mais e têm catálogos mais sofisticados. No Brasil, o Deezer HiFi custa R$ 26,90 por mês, enquanto o Tidal HiFi sai por R$ 33,80 mensais. A Amazon anunciou esta manhã que o Amazon Music HD agora estará disponível para assinantes do Amazon Music Unlimited sem custo extra por US$ 7,99 para membros Prime e US$ 9,99 para todos os outros. Coincidência? Acho que não.)

O streaming de música Hi-Fi está em alta. Anteriormente, era um dos principais motivos pelos quais alguém optaria pelo Tidal, que oferece áudio de 16 bits em seu pacote mais barato e 24 bits a 192 kHz em seu preço mais premium. Existem agora vários outros serviços de nicho, enquanto outras marcas conhecidas neste espaço também estão reforçando suas opções de áudio de alta fidelidade. Conforme mencionado anteriormente, o Spotify Hi-Fi chegará no final deste ano — embora detalhes concretos como preço e qualidade permaneçam um mistério. A Sonos também lançou recentemente uma categoria de streaming Hi-Fi pago para seu serviço Sonos Radio, além de adicionar suporte para usuários Qobuz em sua plataforma.

Assine a newsletter do Gizmodo

A versão do Apple Music é intrigante, pois mais uma vez reforça seu ecossistema de produtos. Se você já tem AirPods compatíveis, isso pode motivá-lo a mudar para o Apple Music caso ainda não utilize o serviço, pois será um dos mais baratos a oferecer streaming de música de alta qualidade por US$ 9,99 mensais para um plano individual. Isso, por sua vez, pode fazer com que você experimente e vire fã de outros serviços da Apple, tornando o pacote Apple One, que é muito mais atraente.