A Apple registrou uma nova patente que sugere que futuros MacBooks poderão carregar outros aparelhos da companhia por indução — ou seja, sem precisar de fios, apenas encostando os dispositivos na superfície do notebook. Com isso, bastaria colocar um iPhone, Apple Watch ou mesmo um iPad em cima do MacBook para iniciar a recarga.

A patente em questão já aparece no USPTO, órgão estadunidense responsável pelo registro desse tipo de documento. Batizado de “Carregamento indutivo entre dispositivos eletrônicos”, o arquivo basicamente descreve uma tecnologia de carregamento reverso, que já está presente em alguns smartphones do mercado, como as linhas Galaxy S e Galaxy Note da Samsung.

Imagem: USPTO

No caso dos MacBooks, o carregamento aconteceria por meio da tampa ou dos dois espaços ao lado do trackpad, que costumam ser usadas para descanso dos punhos. O próprio trackpad poderia ter essa capacidade. Ao todo, seriam doze pontos para efetuar a recarga: nove na tampa e os outros três no corpo do laptop, abaixo do teclado.

Por falar na tampa do MacBook, a patente também sugere que, ao ficar fechado, o laptop poderia carregar múltiplos dispositivos colocados um em cima do outro. Só que, neste caso, o notebook precisaria obrigatoriamente estar conectado à tomada para dar conta de tanta carga.

Imagem: USPTO

Ainda de acordo com o documento da patente, a Apple parece estar construindo todo um ecossistema próprio para tornar realidade esse sistema de carregamento reverso. Para isso, a tecnologia deverá ser incorporada no sistema operacional, o que significa que ela não estaria limitada aos MacBooks, que na patente aparecem apenas como exemplos.

Na prática, um iPhone ou iPad também poderiam ser usados para recarregar outros dispositivos. E mais: a patente indica que os usuários teriam a opção de escolher qual dos aparelhos seria carregado. Se um iPhone e iPad fossem posicionados um em cima do outro, o usuário poderia selecionar qual deles serviria de fonte.

Por fim, a patente descreve que o carregamento reverso poderia funcionar de uma maneira semelhante ao que acontece hoje com o MagSafe nos iPhones 12, que fica localizado em uma parte específica do aparelho e se alinha automaticamente com o carregador por indução.

Apesar do registro da patente, ainda não há previsão se um dia veremos essa tecnologia em ação. É comum as empresas protegerem os direitos de uso de algo assim, então talvez ainda leve alguns anos até que os MacBooks, ou demais dispositivos da Apple, tenham essa capacidade.

[MacRumors]