Depois de muita especulação, a Apple finalmente anunciou seu terceiro evento neste segundo semestre: será na terça-feira, 10 de novembro. Transmissões anteriores online foram focadas em Apple Watch, iPad e iPhone, então este é sobre o Mac – pelo menos essa é a aposta mais lógica. E embora ainda não tenhamos detalhes concretos, uma onda recente de rumores e reportagens mostra um quadro bastante detalhado do que pode dar as caras. Aqui está o que esperamos ver na semana que vem.

De acordo com a Bloomberg, a Apple está aumentando a produção de três novos laptops Mac que virão equipados com processadores da própria marca: um MacBook Air de 13 polegadas, um MacBook Pro de 13 polegadas e um MacBook Pro de 16 polegadas.

A empresa não deve tirar seu MacBook com processador Intel das lojas no futuro próximo. Mesmo assim, anunciar três novos MacBooks com processadores Apple baseados em ARM sinalizaria um forte começo da transição de dois anos de toda a linha de computação para seus chips próprios.

A Bloomberg diz que as CPUs desses novos MacBooks serão baseadas no chip A14 apresentado em iPhones e iPads lançados recentemente, junto com novas GPUs e chips de aprendizado de máquina projetados pela empresa.

Em uma confirmação no mínimo parcial da reportagem da Bloomberg, o vazador L0vetodream também postou um tweet dizendo “13 polegadas X 2”, sugerindo que os dois novos MacBooks menores estão provavelmente programados para ser anunciados na próxima terça.

Iniciar a transição para os chips próprios com novos laptops de 13 polegadas faz muito sentido, porque estes são os computadores mais populares da empresa. Além disso, começar com sistemas mais convencionais poderia dar tempo extra para portar mais aplicativos sofisticados, como Photoshop ou AutoCad, para a arquitetura ARM.

Além de novos notebooks, a outra grande parte da transição da Apple para o ARM é o software — muitos aplicativos e programas populares precisarão ser ajustados ou recompilados para rodar em chips baseados em ARM. Então, para resolver isso, de acordo com o The Verifier (via 9to5Mac), a Apple também está planejando portar oficialmente o TestFlight para o Mac para ajudar a testar novos aplicativos.

Embora não esteja claro se a Apple vai anunciar novos desktops baseados em ARM na próxima semana, a Bloomberg observou que a empresa está trabalhando em um iMac redesenhado e um novo desktop que se parece com o Mac Pro atual, mas que tem cerca de metade do tamanho.

Para mim, uma versão menor do Mac Pro é a notícia mais interessante, porque após a morte do Mac Pro anterior (também conhecido como lixeira), a linha de desktops da Apple ficou sem um PC de torre média com preço razoável e realmente projetado para usuários domésticos. O atual Mac Pro é tão caro que realmente só faz sentido para grandes estúdios ou empresas.

E quem sabe? A Apple ainda pode ter algumas surpresas reservadas – possivelmente AirTags? Saberemos disso na terça que vem.