O iPod Classic teve a sua capacidade aumentada para 160 GB, com o mesmo preço de US$ 249 da versão de 120 GB.

E só. Aparentemente, a mudança no tamanho do disco rígido é a única mudança significativa no cada vez mais abandonado modelo.

O ridículo desta história, muitos já notaram: em 2007, quando a Apple passou a usar o sufixo “Classic”, os modelos lançados tinham 80 GB e 160 GB de capacidade. No ano seguinte, os dois foram substituídos por um de 120 GB. Que agora cede o lugar para um de 160 GB.

Faço parte do público-alvo do iPod Classic. Quero o maior espaço em disco possível, para armazenar toda a minha discoteca digital. Um novo iPod com HD de 250 GB (sei que Samsung e Toshiba fabricam discos de 1,8” com essa capacidade) teria um apelo muito maior – ao menos para mim – do que um que retrocede dois anos.

Por outro lado, é uma decisão compreensível. A demanda do iPod Classic parece ser cada vez menor, e um aparelho com 250 GB certamente teria um preço que poderia assustar potenciais compradores.

Mas voltar a 2007 é palhaçada, apesar de ser “Classic”. E um iPod de 250 GB seria um iPod de 250 GB!