A Apple acaba de anunciar dois recordes em lucro líquido (US$13,06 bilhões) e receita (US$46,33 bilhões), muito em parte graças à venda desenfreada de iPhones. E por causa dos iPads também.

Os 37 milhões de iPhones vendidos são mais do que o dobro do que foi vendido durante o mesmo trimestre no ano passado; o mesmo para os 15 milhões de iPads. Foram ainda vendidos 5,2 milhões de Macs (crescimento de 26% em comparação ao ano passado), enquanto os iPods continuam em queda (de 21%), mas ainda venderam impressionantes 15,4 milhões de unidades. Ponto para Horace Deidu, do Asymco, que previu as vendas com ótima precisão.

Em um breve comentário no press release da Apple, Tim Cook também citou “alguns produtos novos e incríveis à caminho”, que é o tipo de coisa que CEOs de empresas de tecnologia de consumo costumam dizer nesses momentos. Mas mesmo que isso signifique apenas os esperados iPad 3 e os MacBook Airs com Ivy Bridge, não podemos ignorar a possibilidade de uma Apple HDTV estar chegando. Quem sabe?

Neste momento a Apple está discutindo os lucros em uma ligação com investidores; ouviremos tudo e voltaremos com mais informações.