A Austrália tem alguns dos melhores lugares para se surfar no mundo, mas alguns surfistas-barra-designers não estão contentes com isso de ter que sair da cidade para achar ondas melhores — então eles estão propondo construir um “parque de surfe” bem no porto de Melbourne.

A ideia para o Docklands Surf Park veio de um grupo de jovens arquitetos de Melbourne, que se uniram com o escritório global de engenharia Arup para desenvolvê-la. O plano, ainda muito cru, propõe construir um parque na água na zona portuária, mais precisamente de onde o porto vai em direção ao centro da cidade. Assim, ondas muito pequenas alcançariam o antigo cais industrial, mas o arquiteto Damian Rogers quer tirar vantagem da localização urbana criando ondas artificiais.

melbourne surf park 2

“Para surfar em Melbourne, normalmente você precisa entrar no carro e dirigir até a praia Bell, o que leva uma hora e meia.” diz Phil Carter, do setor de planejamento urbano e de transportes da Arup, que imagina que as pessoas poderiam pegar o trem para surfar depois do trabalho. “A conveniência de surfar na zona portuária é uma coisa achamos que seria interessante.”

Rogers e a Arup imaginam uma piscina de ondas que funciona de maneira bem parecida com a de outros parques de surfe — exceto que ela usa água do oceano (filtrada) e que ela flutua no porto, próximo a uma praia e a um equipamento de entretenimento. De acordo com o The Age, a piscina criaria ondas de 30 metros de largura, que percorreriam o comprimento de 150 metros do cercado.

Claro, este projeto ainda está muito, muito distante da realidade — ainda é apenas um pedacinho de imaginação da Arup e de Rogers. A revista de surfe Stab diz que representantes da cidade consideram a ideia “interessante”:

A Arup está procurando financiamento de empreiteiras e potenciais operadores antes de recorrer ao governo, mas o Conselho Municipal de Melbourne e a Places Victoria ainda teriam que a aprovar a construção. Ambas organizações já se reuniram com a Arup, e uma porta-voz do conselho disse que este era um “conceito interessante” se o financiamento privado estivesse disponível. A Cida de Melbourne ainda tem que aprovar oficialmente o projeto.

Ainda que nunca seja construído. É interessante imaginar um parque de surfe como parte de uma região urbana central. E este é apenas um de várias propostas urbanísticas que tentam tornar as zonas portuárias mais acessíveis — é o efeito Plus Pool. [The Age]