Pintura de luz é o processo que combina luzes e fotografia de longa exposição para criar obras de arte eletrizantes. Este truque de iluminação é usado por artistas e entusiastas da fotografia para criar imagens deslumbrantes, e também para brincar com as correntes elétricas das mochilas de prótons d’Os Caça-Fantasmas. Mas Darren Pearson, também conhecido como Darius Twin, foi além e criou o “Lightspeed”, um curta em stop-motion que usa 1139 fotografias de pintura de luz.

“Lightspeed”, lançado no início dessa semana, é, na verdade, o segundo filme de Pearson que faz uso da técnica de stop-motion e algumas imagens de longa exposição de paisagens. “Light Goes On“, de 2013, fez uso de 720 quadros de pinturas de luz, tem uma presença parecida e, pelo que posso imaginar, requereu uma mesma quantidade de paciência para suportar o tédio inerente da produção de stop-motions.

Darren Pearson diz em seu site pessoal que “Lightspeed” foi o cumulativo de um ano de trabalho. O que é muito impressionante, especialmente quando considerando o que é necessário para criar apenas uma imagem de luz. Agora, infelizmente, eu sou mesquinho – quero um longa criado inteiramente com essa luz mágica. O que seria por volta de… 68,340 fotos de luz para um filme de 2 horas. Não é pedir muito, é? [YouTube via PetaPixel]