Artistas, uni-vos: a TeeNOW quer recrutar você para criar estampas animais de camisetas

Você deve se lembrar das camisetas do Gizmodo que lançamos ano passado, certo? Gizmodo Collection, que saudade de você. Pois bem, aquele pessoal bacana que ajudou a vestir vários de vocês surge agora com um projeto bem animal: o TeeNOW. Uma loja virtual de camisetas que venderá peças por apenas um único dia, “alugando” o desenho de […]

Você deve se lembrar das camisetas do Gizmodo que lançamos ano passado, certo? Gizmodo Collection, que saudade de você. Pois bem, aquele pessoal bacana que ajudou a vestir vários de vocês surge agora com um projeto bem animal: o TeeNOW. Uma loja virtual de camisetas que venderá peças por apenas um único dia, “alugando” o desenho de bons artistas e dividindo os lucros com eles. Chega mais para entender melhor.

O esquema da TeeNOW é bem diferente do que estamos acostumados com lojas virtuais: o site será absolutamente “mutante”, e terá novidades todos os dias: de segunda a sexta, eles mudam o tema e a estampa à venda. Os temas serão tecnologia (sim, a gente), futebol, games, carros e “elas”, porque elas merecem. Baseado nisso, o site convoca artistas de todos os tipos e traços para enviarem suas estampas. E, caro artista, aqui há uma oportunidade bem interessante.

Em vez de comprar sua estampa e usá-la loucamente enquanto você ganha um valor fixo, o TeeNOW “alugará” seu desenho. Isso significa que a arte volta a ser sua assim que a camiseta não estiver mais à venda no site. Nesse esquema, o ilustrador lucra 17% da renda líquida das vendas e, após mostrar sua arte e deixá-la conhecida no site, ela volta a ser dele, para usar do jeito que bem entender.

Se a sua vibe é dar umas rabiscadas num caderninho ou fazer ilustrações profissionalmente, tanto faz: mande suas estampas pensadas nos cinco temas e aguarde a seleção — e nós participaremos, ajudando a escolher as melhores e postando algumas das nossas favoritas. Em breve, a loja entra no ar. E aí sim a festa irá começar. [TeeNOW; foto: Study for Inner Improvement sequence, de Helena Almeida]

Sair da versão mobile