Que tal aproveitar o domingo para conferir as 5 matérias mais lidas do Gizmodo Brasil? A semana que passou teve o maior peixe de água doce já capturado, a cabeça de mármore do herói romano Hércules encontrada na Grécia, artefatos de quilombolas achados na obra do metrô de São Paulo, a transmissão das primeiras fotos coloridas tiradas pelo Telescópio Espacial James Webb e o cobertor térmico fujão do Rover Perseverance. Vem com a gente.

Maior peixe de água doce do mundo é pescado no Cambodja

Uma enorme arraia, pesando quase 300 kg, foi capturada por um pescador no Cambodja. Os especialistas pouco sabem sobre a espécie. O pescador de 42 anos pegou o peixe perto de uma ilha remota no rio Mekong — que atravessa a China, Mianmar, Laos, Tailândia, Camboja e Vietnã. O sortudo foi compensado pelo preço de mercado do peixe — cerca de US$ 600 (pouco mais de R$ 3 mil). Leia mais clicando aqui. 

“Cabeça de Hércules” é descoberta em navio naufragado há 2 mil anos na Grécia

No local de um antigo naufrágio na costa Grécia, foi encontrado um objeto valioso: uma cabeça de mármore de Hércules, herói da mitologia grega. O naufrágio de Antícera data de cerca de 60 a.C, e os restos da embarcação estão no fundo do mar a noroeste da ilha de Creta. Além da cabeça do herói, está uma base de uma estátua de mármore, que possui as partes inferiores das pernas, coberta por uma espessa camada de depósitos marinhos, dois dentes humanos e inúmeros objetos que equipavam o navio. Clique aqui e confira.

No dia 12 de julho, o mundo terá acesso às primeiras fotos coloridas tiradas pelo Telescópio Espacial James Webb. As imagens serão divulgadas durante uma transmissão ao vivo no site e aplicativo da NASA, marcada para às 11h40 (horário de Brasília). Em 13 de julho, um dia após a divulgação das imagens, a NASA fará uma coletiva com especialistas do James Webb, que responderão perguntas do público. Os internautas podem enviar suas questões através das redes sociais usando a hashtag #UnfoldtheUniverse. Saiba mais clicando aqui. 

Surpresa na NASA: Rover Perseverance reencontra cobertor em Marte

O rover Perseverance, que está explorando Marte, fez um registro curioso: um pedaço de papel alumínio entre pedras marcianas. O objeto faz parte de uma manta térmica — uma espécie de cobertor — que protegeu o rover durante o pouso no planeta vermelho. Segundo a agência espacial, o pedaço da manta foi encontrado há cerca de dois quilômetros de distância do local de pouso do Perseverance – que chegou ao planeta vermelho há mais de um ano. Fique por dentro clicando aqui.