Tenho boas e más notícias para os fãs da Apple que estavam esperando pelo carro da empresa. A boa: ela realmente estava conversando com a Hyundai e a Kia sobre criar um carro elétrico. A má: essas conversas, aparentemente, pararam.

Pessoas familiares com o assunto disseram que a Apple resolveu interromper as negociações com as fabricantes coreanas. Uma fonte anônima conversou com a Bloomberg e disse que a Apple ainda está conversando com outras montadoras.

Não está claro se as conversas com a Kia e a Hyundai poderão voltar. A Apple se recusou a comentar a notícia com a Bloomberg. O Gizmodo entrou em contato com a Apple, Kia e Hyundai e irá atualizar esse post caso eles respondam.

Os rumores de que a Apple quer criar um carro autônomo e elétrico, batizado de Project Titan, circulam desde 2014. Mas eles ganharam forças nas últimas semanas com a Hyundai, que tem ações da Kia e da própria Apple.

Executivos da Hyundai ficaram um pouco empolgados demais com a possível parceria e acabaram abrindo a boca para a imprensa local — o que é um sacrilégio para uma empresa discreta como a Apple. Logo após dizerem que estavam negociando com, os coreanos tiveram que voltar atrás e afirmar que várias outras montadoras também conversavam com a Apple. Mais tarde,  a Hyundai recuou ainda mais e removeu qualquer menção à criadora do iPhone.

Outros rumores sobre a parceria já haviam surgido, mas todos devem ser lidos com cautela. Em janeiro, a Reuters, citando um jornal coreano chamado IT News, afirmou que a Apple e a Hyundai planejavam fechar o acordo já em março. A agência dizia que a ideia era produzir 100 mil carros até 2024, tanto com a fábrica da Kia na Georgia quanto com uma nova fábrica que seria montada nos EUA. Essa nova unidade seria capaz de produzir 400 mil carros por ano no futuro. A publicação ainda afirmava que uma versão beta do carro da Apple seria apresentada já em 2022.

Não parece que as partes envolvidas estavam muito entusiasmadas com a divulgação desses detalhes. Agora, com a pausa nas discussões, não sabemos se a Apple pretende seguir tal calendário. Já havíamos teorizado antes de que a Hyundai havia queimado o filme com os estadunidenses abrindo a boca muito cedo. As novidades parecem confirmar nossas suspeitas.