Asteroide de 1,8 km de diâmetro passará próximo à Terra nesta sexta (27)

O corpo celeste é classificado como potencialmente perigoso pela NASA, embora não apresente nenhum risco

Asteroide Terra

Imagem: Pixabay/Reprodução

Nesta sexta-feira (27), um asteroide passará pela vizinhança da Terra. De acordo com o Center for Near Earth Object Studies (CNEOS) da NASA, a rocha flamejante ficará a 4 milhões de quilômetros de distância do planeta.

O corpo celeste recebe o nome de 7335 (1989 JA). Ele é classificado como um asteroide potencialmente perigoso, embora não apresente nenhum risco. Essa classificação é aplicada para qualquer objeto espacial que passe a menos de 0.05 unidades astronômicas (1ua = distância Terra-Sol).

Para ter uma ideia, a distância entre nós e o asteroide é equivalente a 10 vezes a distância média entre a Terra e a Lua. Ele está agora viajando a 13 mil km/h e só deve se aproximar novamente da Terra em 2055, porém em uma distância ainda maior. 

O asteroide potencialmente perigoso tem 1,8 km de diâmetro, sendo quatro vezes maior que o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. Mesmo assim, seu tamanho não é suficiente para que ele seja visto a olho nu. 

Estudar a órbita dos corpos celestes, independente de quão longe eles estão no espaço, é importante para que a NASA preveja aproximações e probabilidades de impacto. No final de 2021, a agência espacial lançou a missão DART, que tem como objetivo testar se somos capazes de desviar um asteroide da órbita terrestre. O experimento deve acontecer em setembro de 2022.

Há cerca de 10 mil asteroides próximos à Terra conhecidos com um tamanho de 140 metros ou mais. De acordo com a NASA, nenhum destes devem nos atingir dentro dos próximos 100 anos. De toda forma, vale ficar de olho.

Sair da versão mobile