Observações subsequentes do Hubble e outros determinaram que este muito provavelmente é um impacto legítimo, apesar de não deixar uma cicatriz preta como o impacto bem-documentado de julho de 2009.

Talvez sejam necessárias mais observações para confirmar sem sombra de dúvida que este foi de fato um impacto e não apenas um satélite da Terra refletindo a luz do Sol, mas por enquanto os astrônomos – profissionais e amadores – estão bastante otimistas. [MSNBC]