Quando se trata de notebooks, especialmente aqueles voltados para games, eu te pergunto: com quantos LEDs podemos dizer que a fabricante exagerou? Quem sabe 1.215, né? Por que esse é o número de LEDs que a Asus colocou no novo Zephyrus G14.

As luzes têm nome, inclusive: AniMe (suponho que seja uma abreviação de anima-me). Embora eu não seja um grande fã do nome que a Asus deu para essa matriz de LEDs do G14, elas foram bem apresentadas.

Utilizando um aplicativo pré-instalado, você pode fazer com que as luzes exibam textos, gráficos personalizados, a hora e até notificações. Dá para fazer com que as luzes sincronizem com a música que está sendo reproduzida, o que parece uma boa ideia para DJs ou pessoas que querem fingir que são DJs.

Uma coisa que desaponta um pouco, no entanto, é que a Asus só cobriu metade da tampa do G14 com LEDs, em vez de fazer aproveitar para cobrir todo o espaço. A fabricante se defende dizendo que quis manter o estilo distinto da linha Zephyrus e que essas luzes podem consumir bastante bateria, puxando até 10 watts de energia quando estão todas ligadas.

Deixando as luzes de lado, o Zephyrus G14 é um notebook gamer bem bacana. É um dos primeiros laptops a ter o novo processador da AMD Ryzen 4000 Series, e na configuração máxima você pode colocar uma placa de vídeo Nvidia RTX 2060.

Há opções diferentes para a tela também, com painel de 1080p com taxa de atualização de 120HZ, ou resolução 2560×1440 com taxa de atualização de 60HZ – ambos suportam uma ampla variedade de cores e tem validação da Pantone. Tem também o Adaptive Sync embutido, graças à placa de vídeo Ryzen 4000.

Além disso, o G14 tem bastante portas, incluindo duas USB-C 3.2, uma USB-A 3.2, HDMI e entrada para fones de ouvido de 3,5mm. Para ajudar a tornar o notebook mais portátil, a Asus criou um carregador de 180-watt que é bem menor do que aquilo que estamos acostumados. E mesmo que você ache esse carregador grande demais, dá para manter o G14 com carga usando a porta USB-C, desde que você não esteja jogando.

Por fim, com tela de 14 polegadas e chassi de 1,5 quilo, o G14 pode ser considerado um notebook gamer portátil. Não é dos mais poderosos, nem o mais portátil – mas parece ser um meio termo competente.

Para as pessoas que são quadradas, o G14 tem uma versão básica sem os LEDs extras. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Graças a todas essas luzes de LED, o produto tem estilo e personalidade de sobra. E nem importa tanto que as luzes sejam brancas, sem variação RGB. Se você não é fã das luzinhas, existe um modelo sem todo esse brilho.

O Zephyrus será vendido nas cores preta e branca. A Asus ainda não revelou preços, mas a expectativa é que ele comece a aparecer nas lojas gringas entre março e junho deste ano.