Após vários atrasos e muita confusão, o console retrô do Atari já está disponível para pré-venda nos Estados Unidos. Nós finalmente temos mais detalhes sobre o que ele pode fazer, e, aparentemente, mais pessoas do que esperávamos estão interessadas pelo gadget. Na tarde desta quarta-feira (30), o Indiegogo estava com dificuldades de manter a página funcionando por causa do tráfego.

O novo console da Atari tem tudo pra dar errado
Até a Atari vai lançar sua criptomoeda

Já passou quase um ano desde que a Atari VCS informou que gostaria de revitalizar a marca clássica de game. Durante esse tempo, ficamos sabendo que o console tem como objetivo ser mais ambicioso que o tipo de nostalgia trazido por reedições baratas de consoles antigos, como a mostrada pela Nintendo. Desde então, a Atari começou a vender um boné ridículo e anunciou planos de lançar sua própria criptomoeda. Tudo isso enquanto a VCS parecia ser cada vez mais um vaporware. Mas a campanha de pré-venda iniciada hoje mostra que a empresa tem planos de colocar o console nas mãos dos gamers em julho de 2019.

Nós já sabemos que o console é bem bonito, com um design antigo, incluindo um painel falso de madeira que lembra bastante o do original. Nós também ficamos sabendo que o hardware dele era bem melhor do que o necessário para emular games do Atari. A página do Indiegogo agora tem mais detalhes.

Exemplo da interface. Crédito: Atari.

O VCS roda o Ubuntu OS (portanto, Linux), inclui um processador Radeon R7, um HD de 32 GB, 4 GB de RAM DDR4 e a possibilidade de aumentar a memória. Ele se conecta à internet e vai oferecer suporte a streaming de vídeo e de games multiplayer. O controle de voz será possível graças a quatro microfones na parte frontal do aparelho, e ele ainda conta com dois novos controles (um retrô e um moderno) que se conectam ao console via Bluetooth.

No que diz respeito a games, o Atari não revelou muito. “O Atari Vault vai incluir mais de 100 jogos clássicos nas versões original arcade e/ou nos 2.600 formatos, e eles estarão prontos para serem jogados assim que você conectar o console na TV”, diz a companhia. Clássicos como Pong, Missile Command e Crystal Castle são mostrados no material de promoção. O novo Tempest 4.000 é também mencionado como um dos muitos novos jogos que estarão disponíveis para download ou para stream, mas não tem detalhes, por exemplo, de quanto isso pode custar.

Fora do mundo dos jogos para Atari, a companhia disse que está construindo “uma lista crescente de parcerias com estúdios independentes de desenvolvimento”. Mas a lista de parceiros anunciadas nesta quarta-feira não inclui nenhum nome de destaque. A interpretação mais generosa é que o Atari espera conseguir mais companhias no próximo ano. Desenvolvedores estão sendo encorajados a submeter propostas para terem seus jogos incluídos na loja online, e a Atari deve dar uma porcentagem ainda não especificada para eles com a aquisição dos apps.

Sobre o console em si, as opções são bem caras, com o modelo com painel de madeira custando US$ 339. Ambos os controles já estão incluídos no pacote, mas, se analisarmos criticamente, isso é mais que um Playstation 4. A versão mais barata do console é o modelo Onyx, que não vem com controles, e que é vendido por US$ 199.

Para ser honesto, não estamos muito esperançosos agora como estávamos há seis meses. Mesmo assim, bastante gente parece estar interessada. Muitas pessoas têm relatado problemas para carregar a página do Indiegogo. Além disso, o sistema de pagamento da plataforma estava instável. Tudo parece estar melhor agora, mas o site da Atari parece estar com excesso de tráfego. Enquanto escrevia este texto, milhares de apoiadores já pagaram mais de US$ 1,6 milhão — o objetivo inicial era de US$ 100 mil.

O potencial para que amadores mexam no console e que desenvolvedores possam fazer o que fazer pode significar que esse novo Atari pode ser bem divertido. Mas nós ainda estamos longe de por as mão em um, e todos os sinais estão mostrando que a Atari pode estar mordendo mais do que pode mastigar.

[Indiegogo e Gamespot]