Na última quinta-feira (29), uma nova atualização do PlayStation 5 foi ao ar. Mas, infelizmente, só está disponível fora do Brasil e exclusiva a usuários do programa beta. Segundo a informações divulgadas pela Sony, ela virá junto com a habilitação para expansão de um SSD M.2 interno.

Para o SSD funcionar, será necessário ele ter 5,500MB/s de leitura, ser PCIe Gen4 e ter entre 250GB e 4TB. Isso porque ele pode ser usado para baixar, copiar e iniciar jogos PS5 e PS4, bem como aplicativos de mídia. Logo, será possível aumentar o espaço de armazenamento disponível no seu console PS5 nativo, movendo os jogos entre o armazenamento do console PS5, um dispositivo de armazenamento externo USB conectado e o novo armazenamento M.2 SSD.

Como alerta a empresa, “usar um SSD M.2 com seu PS5 requer dissipação de calor eficaz com uma estrutura de resfriamento, como um dissipador de calor”. Eles sugerem ao usuário anexar um ao SSD M.2, “tanto no formato de um lado quanto no formato de dois lados”. Opcionalmente, você pode adquirir um SSD com dissipador embutido.

Por referência, aqui no Brasil esse tipo de unidade de armazenamento SSD com 1TB custa cerca de R$1.800 – ou seja, 20% do preço de um PS5. Um SSD externo também de 1TB, por outro lado, que também é compatível com o PS5, pode ser encontrado por até metade deste valor. Em análise de relação custo-benefício, vale lembrar que o primeiro cenário é uma troca permanente de expansão para seu console, enquanto o segundo funciona mais para quem remaneja mais de um dispositivo.

Assine a newsletter do Gizmodo

Além do suporte a SSD, o beta mais recente também inclui suporte de áudio 3D para speakers integrados na TV. O recurso utilizará o DualSense para medir a acústica da sala para então aplicar uma configuração de áudio 3D – o que, convenhamos, reforça a alta tecnologia do controle. Outra adição na atualização é rastreador de troféus que permite acessar rapidamente até cinco troféus via Centro de Controle.