Ontem foi o último dia para comprar o Windows 8 Pro ao valor promocional de R$ 69. Até agora, a Microsoft evitou revelar quais seriam os novos preços, e parece que descobrimos o motivo: eles são bastante caros, inclusive se comparados ao que é cobrado nos EUA.

A atualização para Windows 8 Pro agora custa cerca de R$ 610. Este não é o valor exato pois, como explica a Microsoft, “esta é uma compra internacional, sujeita a impostos e variação cambial”. Ou seja, o valor final pode ser ainda maior. Nos EUA, ela custa cerca de R$ 400.

Por sua vez, a atualização para Windows 8 – versão sem recursos muito avançados como BitLocker e Conexão de Área de Trabalho Remota – custa R$ 359. Nos EUA, ela custa cerca de R$240. Ela deve ser o bastante para a maioria dos usuários domésticos, já que possui suporte a apps Metro, nova tela Iniciar, troca gratuita de idioma do sistema operacional e mais.

win8-novosprecos

É interessante notar que esses preços são apenas levemente mais baixos que os do Windows 7 no lançamento. Talvez a Microsoft só quisesse estimular o upgrade para Windows 8 no início, e agora seria hora de focar nos novos (e caros) PCs com Windows 8 pré-instalado.

Por fim, no Brasil o pacote de atualização para a versão Pro custa R$ 295, enquanto o Media Center Pack sairá por R$ 29 (ele era gratuito na promoção).

E a versão completa? Por enquanto, ela só pode ser encontrada em mídia física, e em revendas especializadas: custa cerca de R$ 400 (Pro) e R$ 250 (padrão). A Microsoft promete lançá-la no varejo durante o primeiro trimestre, ainda sem data definida – mas provavelmente sem manter esses preços, já que eles são mais baratos que a atualização via download.

Uma boa notícia, pelo menos: se você comprou um PC com Windows 7 entre 02 de junho e 31 de janeiro, você ainda poderá atualizar para o Windows 8 pelo preço promocional de R$ 29. Mas atenção: isto vale até o dia 28 de fevereiro.

Atualizaremos o post caso a Microsoft divulgue mais detalhes. Saiba mais sobre a atualização aqui: [Windows 8; valeu, @Paes!]