Eu ainda me lembro da última versão do AutoCAD para Macintosh – provavelmente o maior software do planeta, depois do Office e do Photoshop. Isso foi há 18 anos. O Autodesk abandonou o Mac, jurando nunca mais voltar… até hoje.

O AutoCAD 2011 para Mac OS X agora é oficial.

Para quem vem usando computadores há mais de duas décadas, assim como eu, isto é uma notícia bastante supreendente, mesmo sabendo que um beta estava circulando há algum tempo. A empresa até reconhece isto no anúncio oficial: "Vocês esperaram tempo o bastante. O AutoCAD 2011 para Mac chegou". Cara, o vídeo promocional tem até uma caneca com o logotipo antigo da Apple!

Eles não estão fazendo apenas um port ruinzinho da versão para Windows. Eles estão entrando com suporte completo para todas as funções principais do Mac OS X, incluindo gestos multitoque e até mesmo uma interface profissional com cara de app, que me lembra o Final Cut Pro da própria Apple. Todas as funções do AutoCAD 2011 também estarão presentes na versão para Mac OS X, de NURBS a shading até o obrigatório formato de arquivo DWG.

Se isto não fosse o bastante, eles ainda estão lançando um visualizador de arquivos para dispositivos com iOS, que permitirá editar e fazer anotações nos arquivos. Com certeza arquitetos e engenheiros no mundo inteiro devem ter pulado de alegria com a ideia de carregar 200 arquivos DWG em seus iPads com o mini-AutoCAD.

A Carol Bartz, agora presidente do Yahoo, e antes a grande CEO da Autodesk, deve estar branca de surpresa. Eu estou. [Autodesk]