Embora a Microsoft diga que o Windows 7 já funciona muito bem em netbooks do jeito que ele é – e é verdade –, Steve Ballmer confirmou que a empresa prepara uma versão mais magra, para que o sistema rode ainda melhor neles.

Um dos catalisadores dessa dieta do Windows 7 é, aparentemente, o possível desenvolvimento de versões do Google Android para netbooks. O que soa meio como uma paranóia de Ballmer sobre o Google, já que a maioria das pessoas tem optado pelo Windows em seus netbooks, não obstante as muitas ótimas opções com Linux disponíveis.

De qualquer maneira, dá para brincar de adivinhação – o Windows 7 Starter pode rodar apenas três aplicativos de uma vez, então quais serão as limitações do Windows 7 Internet Edition? [Financial Times]