Através de parceria público-privada e de um investimento equivalente a 2 bilhões de reais, o governo italiano quer garantir banda larga de 2 Mbps para todos no país já em 2010 — quando os finlandeses já terão banda larga de 1Mbps como direito legal.

O plano de universalização na Itália está pronto, só falta ser autorizado, o que deve acontecer até novembro. 1Mbps na Finlândia, 2Mbps na Itália, 100Mbps na Austrália… Enquanto isso, a iniciativa brasileira mais próxima, a banda larga popular em São Paulo, não garante banda larga pelos critérios da ONU: para eles, o mínimo são 256Kbps; a banda larga popular estabelece mínimo de 200kbps — e acho difícil oferecerem por aqui planos acima de 250kbps por só R$30. [Info; imagem via Zazzle]