Uma das barcas gigantes do Google, descoberta em Portland (EUA) em outubro, será desmantelada. No ano passado, a empresa disse que iria “usar a barca como um espaço interativo, onde pessoas podem aprender sobre novas tecnologias”.

Segundo o Portland Press Herald, a barcaça foi removida nesta quarta-feira até um terminal de cargas em South Portland, onde ela será desaparelhada.

E isso não será nada fácil: a sua estrutura é composta de 63 contêineres que formam um edifício de quatro andares no navio. O proprietário do terminal disse ao Herald que os contêineres serão desmantelados.

No final do ano passado, surgiram informações de que o Google tinha quatro barcas espalhadas pelos EUA: uma em Portland, duas em San Francisco e uma em New London, Connecticut. Rumores diziam que as barcas seriam um showroom flutuante para projetos do Google X, como o Google Glass.

Não está claro por que o Google abandonou a barca de Portland, mas provavelmente é questão de dinheiro. Em 2011, quando nova, a barcaça valia US$ 4 milhões, mas ela custou US$ 400.000 em impostos para ficar atracada em Portland nos últimos meses. E adaptá-la para se tornar um showroom de quatro andares sem dúvida custou caro também.

barca google

Uma das barcas em San Francisco, quando pronta, ficaria como na imagem acima. Ela foi a primeira a ser descoberta mas, como o Google não tinha licença para construí-la por lá, ela foi realocada para a cidade de Stockton, a 140 km de distância. A última previsão é que ela estrearia no segundo trimestre de 2014 – o que não aconteceu.

As outras duas barcas, por sua vez, não tinham uma estrutura pronta acima delas. Elas ainda serão usadas, ou o Google abandonou o projeto de vez? A empresa não se pronunciou – e o mistério continua. [Portland Press Herald]

Imagens por Portland Press Herald e By And Large LLC