Uma boia salva-vidas vinda da Austrália ganhou o prêmio James Dyson deste ano, derrotando 14 concorrentes na finalíssima. Mas não se trata de uma boa comum, trata-se de uma bazuca arremessadora de boias. Feitas de espuma hidrofóbica, que se expande na água, as boias da Longreach pode ser enviada a até 150 metros no mar para salvar vidas em risco.

Samuel Adeloju, o designer de 24 anos por trás do projeto, ganhou 10 mil libras com prêmio, além de mais 10 mil libras para sua universidade de engenharia.

Além de atingir 150 metros de distância, a boia se expande 40 vezes seu tamanho em apenas 15 segundos para ajudar os afogados, e dado seu tamanho diminuto, dá para levá-la em qualquer barquinho que passeie pelas águas. [James Dyson Award]