Junto com Warren Buffett, o projeto “The Giving Pledge” convenceu nada menos do que Larry Ellison (fundador da Oracle), George Lucas, o prefeito de Nova Iorque Michael Bloomberg e Barry Diller, da IAC (uma companhia de mídia online dona do Ask.com, Bloglines, Vimeo, Match.com e outros), além de muitos outros.

Como eles não são obrigados legalmente a dar pelos menos 50% de sua fortuna para a caridade, é mais como uma promessa de confiança – principalmente agora que toda a imprensa noticiará o caso. Ninguém espera que eles deem o dinheiro para qualquer instituição de caridade, mas se cada uma das pessoas na lista dos 400 americanos mais ricos da Forbes participasse da ação, isso significaria U$ 600 bilhões para ajudar o próximo. Possivelmente algumas das instituições beneficiadas serão as de foco num mundo mais verde, se levarmos em consideração a óbvia paixão de Bill Gates por essa ideia. [WSJ]