O bilionário Bill Gates veio ao Brasil passar férias na Amazônia, mas parece que sua equipe causou problemas. Sete funcionários de Bill Gates foram detidos pela Polícia Federal por causa do visto. E, depois dessa confusão, Gates pode – ou não! – ter saído do país.

Gates viajava com sua família no iate Kogo, e seus funcionários estavam no iate Silver Cloud. No sábado, os iates foram fiscalizados, e parece que a irregularidade foi descoberta aí. Mas só na terça-feira a PF disse que os sete tripulantes da Silver Cloud não tinham o visto adequado.

Sim, a equipe de Gates tinha visto de turista – afinal americanos não podem entrar no Brasil sem visto. O problema é que, para andar de barco, eles precisam de um “Visto Temporário II”. É com esse visto que um estrangeiro pode ser “tripulante de navio ou aeronaves, quando não possuir carteira internacional de tripulante”. Como eles estavam sem esse visto específico, eles foram detidos. Pior: eles estavam sem documentos de identificação quando foram detidos, e o iate Silver Cloud nem tinha autorização da Marinha para navegar no Brasil.

Bill Gates estava fora dessa confusão: não foi detido e nem estava no iate dos funcionários. A assessoria de imprensa de Bill Gates confirma: “Bill não foi envolvido diretamente”.

O que aconteceu depois, não sabemos ao certo. A PF do Amazonas diz que os sete membros da equipe de Gates “foram autuados e notificados para deixar o país em 3 dias”, e embarcaram às 2h para Miami. A PF de Brasília, no entanto, diz que os sete americanos de fato saíram do Brasil, mas voltaram em menos de 24h, depois de regularizada a situação. Bill Gates teria ficado aqui, porque não teve problemas com a documentação. Só que o hotel onde Gates e sua equipe estavam hospedados diz outra coisa: Bill Gates foi embora.

Enfim, se ele foi embora ou não, seria bom se ele voltasse ao Brasil mais vezes – Gates já esteve no Amazonas em 2007 e 2009. Mas avise aos funcionários para tomar cuidado com os documentos. [UOL Notícias e Link/Estadão]

Foto por World Economic Forum/Flickr