A BlackBerry (ex-RIM) preparou um evento hoje em São Paulo e, como prometido, lançou o BlackBerry Z10 no Brasil agora em maio.

O BlackBerry Z10 já está disponível em todas as operadoras – Vivo, TIM, Oi e Claro – por R$2.449 no pré-pago. O preço fica menor em planos pós.

Mesmo assim, isso ainda é muito caro para consumidores em geral. Torcíamos que ele custasse cerca R$1.999: afinal, em nosso hands-on, pudemos ver que o Z10 não tem muito que convença você a abandonar o Android ou iOS – apesar do hardware ser muito bom.

O BlackBerry Z10 possui touchscreen de 4,2 polegadas com resolução 1280 x 768 e densidade de 356 ppi. Por dentro, ele conta com um processador dual-core TI OMAP 4470 de 1,5 GHz, 2GB de RAM para ajudar na multitarefa, e 16 GB de armazenamento interno (expansível via microSD). Além disso, há uma câmera traseira de 8 MP que filma em Full-HD, outra frontal de 2 MP, e suporte a NFC. Ele não tem teclado físico. Veja nosso hands-on com vídeo aqui.

Vale notar que ele é compatível com o 4G brasileiro; se você está interessado no Z10, confira nosso guia do 4G para saber mais.

O aparelho roda BlackBerry 10, um novo sistema operacional com alguns truques bacanas. O BlackBerry Hub reúne mensagens, e-mails e redes sociais em um só local. O teclado virtual identifica e prevê em qual idioma você está digitando. Você desbloqueia a tela apenas deslizando de baixo para cima, sem apertar nenhum botão. E ainda há recursos como o BlackBerry Balance, que permite ter dois perfis separados no aparelho (pessoal e profissional); e a câmera permite “voltar no tempo”, permitindo escolher a melhor expressão facial das pessoas (algo presente também nos Lumias). Mas, como dissemos, talvez isso não seja o bastante.

Por sua vez, o BlackBerry Q10, com o conhecido teclado físico, chegará “em breve”. Ele também roda BB10, e será compatível com o 4G brasileiro. A empresa vai posicionar o Z10 e Q10 como os modelos “premium”; ou seja, espere um preço alto também para o BlackBerry com teclado físico .

A BlackBerry ainda promete lançar mais seis aparelhos em outras faixas de preço; alguns serão lançados ainda este ano, incluindo suporte a 4G.