Você se lembra do Blocks? Trata-se de um relógio de pulso inteligente que promete ser modular: ou seja, você poderia personalizá-lo com mais bateria, GPS, monitor de frequência cardíaca, entre outros. Ele ainda está na fase de protótipo, mas quer se tornar realidade com uma ajudinha no Kickstarter.

A equipe do Blocks tem o objetivo de arrecadar US$ 250.000 para finalizar o smartwatch e lançá-lo em maio de 2016. A meta foi superada: já são mais de US$ 500.000.

blocks kickstarter (3)

O dispositivo consiste em um módulo central – o relógio em si – e uma série de elos na pulseira que adicionam funcionalidades. Há cinco tipos disponíveis: NFC, pacote de sensores (altitude, pressão e temperatura), monitor de frequência cardíaca, GPS e bateria. Tudo isso custa a partir de US$ 250. Se você quiser apenas o relógio sem os módulos, pode comprá-lo por US$ 195.

Ali Tahmaseb, cofundador da Blocks, diz ao TechCrunch que os módulos podem ser trocados a qualquer momento: “é plug-and-play, substituível em segundos e não há necessidade de reiniciar o dispositivo… o pino sai com um pequeno impulso do dedo”.

blocks kickstarter

O Blocks roda uma versão modificada do Android Lollipop, em vez da plataforma Android Wear, mas ele será compatível também com dispositivos iOS. (Quanto ao Windows Phone, eles dizem: “estamos trabalhando duro para tornar isso possível, mas não podemos garantir nada”.)

E a equipe quer que outras empresas criem módulos para o smartwatch; 1.500 desenvolvedores mostraram interesse em obter o Module Development Kit.

Tahmaseb diz ao TechCrunch que já tem protótipos funcionais para o módulo principal, e designs dos outros módulos “para testar estética, ergonomia e materiais”. Todos os componentes devem ficar prontos até o final de dezembro. A fabricante taiwanesa Compal será a responsável por produzir os módulos. A Blocks ainda está trabalhando na interface de usuário, no entanto.

A Blocks foi fundada em novembro de 2013 por dois estudantes da Imperial College London (Reino Unido), pouco depois que o smartphone modular Ara foi anunciado.

blocks kickstarter (5)

E aqui surge a maior dúvida: se até o Google estourou prazos e não conseguiu tornar realidade o smartphone modular, será que uma startup conseguirá tirar do papel um relógio modular? Afinal, o tamanho do smartwatch exige maior eficiência dos componentes e aumenta a complexidade.

Outra questão é a robustez. O Projeto Ara foi adiado porque, se o smartphone caísse no chão, os módulos presos por ligações eletromagnéticas se soltavam. A equipe do Blocks parece desconversar, dizendo ao TechCrunch que isso não deve ser problema pois o relógio ficará preso no pulso.

A campanha no Kickstarter dura até meados de novembro. [Kickstarter via TechCrunch]

blocks kickstarter (2)