No ano passado, o Uber começou um experimento: e se surgir um botão sugerindo que você chame um carro através do Google Maps? Agora, a empresa anuncia um novo botão “Vá até lá de Uber”, que qualquer desenvolvedor pode incluir em seus apps.

Como explica o TechCrunch, esta é uma estratégia semelhante a Facebook e Twitter, que usam botões Curtir e Seguir para divulgar seus serviços e obter novos usuários.

Por exemplo, um app que recomenda restaurantes pode sugerir que você pegue um Uber para ir almoçar; ou um app de transporte pode incluir o Uber como alternativa a caminhar ou pegar ônibus.

Botao va de Uber

Um desenvolvedor pode incluir o botão “Vá até lá de Uber” acrescentando algumas linhas de código em seu app para iOS ou Android. O botão abre diretamente o app do Uber, ou sugere ao usuário que o instale.

Nos EUA, o desenvolvedor ganha US$ 5 por cada usuário que for levado ao app do Uber e fizer sua primeira corrida. Se o app encaminhar uma pessoa que já usou o Uber antes, o desenvolvedor não ganha nada.

Em maio do ano passado, o Uber se integrou ao Google Maps: quando você pede por direções, ele mostra um botão para chamar um carro e uma estimativa de quanto a corrida vai custar.

Uber no Google Maps

Nos meses seguintes, a empresa lançou sua API e expandiu a lista de parceiros, passando a se integrar com apps como TripAdvisor, Starbucks, Foursquare, Hyatt Hotels & Resorts e United Airlines.

Uber e Foursquare (2)

O Uber impõe uma regra para o botão “Vá até lá de Uber”: ele não pode aparecer ao lado de links ou botões que levem a serviços da concorrência. Por exemplo, caso o 99Táxis lance uma iniciativa semelhante, o desenvolvedor não poderá colocar um botão ao lado do Uber.

Os termos de uso dizem: “você não pode usar a API do Uber… [de forma que] apoie um terceiro que forneça serviços concorrentes aos produtos e serviços do Uber”. A empresa diz que quer oferecer uma experiência consistente entre apps.

[Uber Blog via TechCrunch]