O Brasil não é mais um dos líderes mundiais em envio de spams: a quantidade de e-mails indesejados enviados por aqui caiu 88% e agora ocupamos a 12º posição no ranking da Composite Blocking List (CBL) – ranking que lideramos em 2009.

O CGI.br credita a queda impressionante à adesão da Gerência de Porta 25 – uma campanha que visa bloquear uma das principais saídas de spams de computadores. O programa foi iniciado em 2005 e chegou à sua última fase no fim de 2012, e os resultados já são bem visíveis.



Em 2009, o Brasil era o líder mundial no envio de spams. No quarto trimestre daquele ano, mais de 1 milhão de endereços de IP brasileiros eram listados entre os responsáveis pelo envio de spams. No primeiro trimestre de 2013, o número caiu para menos de 200 mil. O Brasil, que era responsável por 17% dos spams mundiais, agora representa menos de 2%. Um belo avanço, e o CGI.br acredita que a tendência é que os números caiam ainda mais. [CGI.br via Folha]