A missão do Google é “organizar a informação do mundo e torná-la universalmente acessível e útil”. Isso funciona razoavelmente bem na web, mas e nos apps? Existem mais de um bilhão, e há conteúdo neles que pode não estar disponível em outro lugar.

Felizmente, a empresa vem lidando com isso. Agora, quando você fizer buscas no Android, o Google incluirá resultados de apps que você ainda não instalou. Se você baixar um deles, surgirá um botão “Continuar”, que levará você ao conteúdo desejado.

Se você já tiver o app, tanto melhor: há mais de um ano, o Google passou a incorporar o botão “Abrir no app” nos resultados de busca.

Busca do Google e apps (2)

Desde 2013, o Google vem indexando o conteúdo de apps para Android, graças a algo chamado “links profundos” (deep links). Esses links apontam diretamente para uma página ou seção: por exemplo, fb://profile/12345678 leva você direto para um perfil no app do Facebook; e eBay://item/view?id=98765 leva você a um produto no app do eBay.

Por isso, o Google pode usar seu conhecimento na web para vasculhar o conteúdo desses apps, no que eles chamam de “indexação de aplicativo“. Eles já reúnem mais de 30 bilhões de links profundos!

Desde fevereiro, o Google vem priorizando conteúdo de apps nos resultados de busca – quer eles estejam instalados no seu dispositivo ou não.

Por enquanto, isso só funciona no Android, mas a maioria dos sistemas operacionais móveis tem suporte a links profundos (iOS, Windows Phone, Firefox OS, BlackBerry 10) – ou seja, poderiam exibir links “Abrir no app”. Rajan Patel, engenheiro do Google, diz ao TechCrunch que quer expandir este projeto para outras plataformas, mas não revelou detalhes.

O Google não é o único dedicado a links profundos. Há algum tempo, o Twitter oferece a opção de abrir links no navegador ou em apps dedicados:

Deep links no Twitter

Com o Facebook, acontece algo semelhante: se um conteúdo do seu feed estiver disponível apenas em um app, você será convidado a instalá-lo; senão, ele abrirá no navegador.

Deep links no Facebook para Android

É possível criar links desse tipo – que abrem no app ou no navegador – usando o Deeplink.me. Eles também criaram o DeepSearch, que faz buscas na web e dentro de apps para iPhone. O Bing também vem trabalhando em links profundos no Windows e Windows Phone.

Isso vai se tornar mais comum à medida que surgir mais conteúdo exclusivo para apps. Eu prefiro acessar resultados de busca no navegador, mas todos estão se preparando para quando a web não for o bastante. [Google Webmasters via TechCrunch]