O segredo do Google para tornar as buscas mais inteligentes é entender o contexto. Um exemplo disso é o Now on Tap, anunciado há algumas semanas para o Android M. Outro exemplo, que chegará a mais usuários, é a busca ciente do local: você pode fazer perguntas sobre pontos turísticos, edifícios e empresas ao redor sem que você precise pesquisar pelo nome.

O recurso foi demonstrado no evento SMX Paris. Segundo o Search Engine Land, isso está disponível há várias semanas para Android e iOS, mas o Google nunca fez um anúncio oficial.

No evento, foram apresentados diversos exemplos de busca contextual. No primeiro, um homem está na frente de uma igreja e pergunta: “qual é o nome desta igreja?”. Como o Google sabe onde ele está, é possível identificar igrejas ao redor e informar o nome delas.

Em outra situação, o homem se depara com um restaurante fechado. “Quando este restaurante abre?”, pergunta ele, e o Google responde. Por fim, ele pergunta a altura de uma torre sem dizer o nome dela.

No vídeo seguinte, uma mulher pergunta o nome do parque onde ela está, qual a profundeza do lago à frente dela, e o nome de um córrego nas proximidades.

Behshad Behzadi, diretor de pesquisa de conversação no Google, também usou o recurso ao vivo: ele perguntou “qual o comprimento deste rio?”, e o app sabia que ele estava falando do Rio Sena, em Paris.

O recurso pode ir além de responder perguntas. Em outro exemplo, Behzadi disse: “ligue para este centro de conferências”. O Google descobriu o nome do centro de conferências no qual ele estava e começou a chamada:

Essas buscas podem ser feitas no app do Google para Android e iOS. No entanto, a empresa diz ao Gizmodo Brasil que o recurso “ainda não está disponível no Brasil em português”. [Search Engine Land]

Atualizado às 15h41