Enquanto as baterias não nos permitem usar apenas conexões sem fio — elas mal aguentam o próprio smartphone! — teremos que nos contentar com cabos e fios por mais alguns anos. Por isso, os pesquisadores MIT pensaram que seria bom aproveitar e começar a usá-los a nosso favor, como controles remotos inteligentes e controladores, em vez de apenas servirem como um meio de transferência de energia e de dados.

O Tangible Media Group do Media Lab do MIT, então, inventou o conceito chamado Cord UIs (algo como “interfaces de usuário por fios”), que pode ser considerado como um espécie de cabo “inteligente”, já que eles têm algumas funcionalidades extras. Por exemplo, torcer um cabo de alimentação pode parar automaticamente o energia que está passando por ele, assim como acontece com a água em uma mangueira. Ou então dar um nó no fio entre uma lâmpada e uma tomada poderia escurecer automaticamente a luz. A aplicação mais legal para os cabos inteligentes, no entanto, é quando eles são usados ​​com fones de ouvido, pausando a música com apenas uma apertadinha simples em qualquer lugar do fio. Gestos mais complexos desencadeiam outros comandos.

[vimeo 118949011 740 416]

Para facilitar as funcionalidades adicionais, os cabos dos protótipos são mais que apenas fios. Escondidos no interior dos fios estão os cabos de copolímero piezo, que são capazes de gerar correntes e sinais assim que são apertados, o que depois é traduzido em comandos. Assim, em sua forma atual, os cabos UIs Cord são meio gordinhos. Mas mesmo que não consigam deixar seu design mais esbelto, a funcionalidade adicional de usar todo o cabo do fone de ouvido como um controle remoto deve compensar e muito a espessura extra. [Cord UIs via PSFK]