O Windows 10 será distribuído como uma atualização gratuita para quem possui uma cópia genuína do Windows 7 ou 8, e também será vendido em lojas na versão completa. Esta é a embalagem na qual virá o DVD de instalação.

>>> Quais recursos seu PC vai ganhar (e perder) com o Windows 10

Ela adota um estilo minimalista e destaca um dos principais recursos do Windows 10: o retorno do menu Iniciar. Ela também mostra o papel de parede que virá por padrão – um logotipo estilizado do sistema operacional.

Segundo o WinFuture e a conta Microsoft Insider no Twitter, haverá duas versões da caixa: acima está a embalagem para DVDs; abaixo, está a versão que virá em pendrive.

Caixas do Windows 10 - USB

Apenas um logotipo e nada mais. Para efeito de comparação, esta é a caixa do Windows 8.1:

Windows-8.1-box

Esta é a embalagem do Windows 8:

Windows-8-box-art

E estas são as caixinhas do Windows 7:

windows-7-boxes

Haverá sete versões diferentes do Windows 10, mas apenas duas – Home e Pro – devem ser vendidas em lojas. As outras são para smartphones e tablets pequenos (Mobile/Mobile Enterprise), para médias e grandes empresas (Enterprise), para escolas (Education) e para dispositivos da internet das coisas (IoT Core).

O Windows 10 Home custará US$ 119,99 nos EUA; a versão Pro sairá por US$ 199,99. Também haverá um Pro Pack, que permitirá atualizar da versão Home para a Pro por US$ 99,99. Os preços para o Brasil ainda não foram divulgados.

A Microsoft lista neste site quais são as diferenças entre Home e Pro: ambas possuem o menu Iniciar, navegador Microsoft Edge, áreas de trabalho virtuais, Cortana (em determinados países) e mais. No entanto, só o Windows 10 Pro tem recursos avançados como BitLocker, desktop remoto, Hyper-V, suporte a Azure Active Directory, entre outros.

O Windows 10 será lançado a partir de 29 de julho como uma atualização gratuita via internet. As caixinhas com a versão completa devem chegar às lojas algum tempo depois. [Microsoft Insider e WinFuture via The Verge]