O céu do mês de maio vai ser marcado por uma série de eventos astronômicos. O Gizmodo Brasil preparou uma calendário com os principais deles. Confira:

6 de maio – Chuva de Meteoros Eta Aquáridas

A Chuva de Meteoros Eta Aquáridas acontece anualmente entre os dias 19 de abril e 28 de maio. Neste ano, seu pico será na madrugada de 6 de maio, podendo ser vistos até 50 meteoros a cada hora. 

O fenômeno é produzido por partículas de poeira deixadas pelo cometa Halley, descoberto em 1696. Os meteoros irradiam da constelação de Aquário, mas podem ser observados em qualquer lugar no céu. 

Para assistir ao espetáculo, vale procurar por um local aberto e com pouca poluição luminosa. Dispense os binóculos, já que eles podem limitar seu campo de visão. A atividade máxima da chuva de meteoros está prevista para às 5h (horário de Brasília).

15 e 16 de maio – Eclipse Lunar Total

Na virada do dia 15 para 16 de maio, será possível acompanhar do Brasil um eclipse lunar total. O fenômeno acontece quando a Lua é encoberta pela sombra que a Terra projeta no espaço, uma consequência do alinhamento entre Sol, Terra e Lua.

Durante o evento, o satélite acaba adotando uma coloração avermelhada, o que dá ao fenômeno seu nome alternativo “Lua de Sangue”. O ápice do eclipse está marcado para à 1h11 (horário de Brasília). 

29 de maio – Conjunção Planetária

Um encontro entre Júpiter e Marte deve ocorrer no dia 29 de maio, a partir das 2h (horário de Brasília). Na data, os dois planetas estarão alinhados, o que deve gerar ótimas fotos. 

O evento não é tão raro assim. Na verdade, a dupla esteve junta em meados de abril, ao lado também dos planetas Saturno e Vênus.

30 de maio – Lua Nova

A Lua Nova não provoca grandes expectativas nos amantes da astronomia. Afinal, nesta fase o satélite fica invisível no céu noturno, já que apenas a face da Lua voltada para o Sol fica iluminada. 

Mesmo assim, a data traz suas vantagens. Este é o melhor momento do mês para observar galáxias e aglomerados de estrelas, já que não há brilho da Lua para interferir. Vale a pena tirar o telescópio e a câmera fotográfica do armário para acompanhar o evento.

O Gizmodo Brasil preparou um calendário astronômico com todos os eventos esperados para 2022. Confira aqui.