Há anos, a Olympus se aproxima de um design ideal para câmeras mirrorless. Na verdade, muitos argumentam que a retrofantástica OM-D E-M5, lançada no ano passado, beirava a perfeição. Era possível se apaixonar por sua estética, e fotógrafos reais foram surpreendidos com a sua qualidade de imagem espetacular.

A nova câmera da série Olympus Pen visa replicar esse sucesso em um visual talvez um pouco menos intimidador – ou pelo menos mais fácil de transportar. Tivemos a oportunidade de testar uma versão de pré-produção da câmera.

A nova Olympus Pen E-P5 é mais fina e menor que a OM-D, mas continua com quase todos os botões e seletores que estão presentes na câmera maior. Tudo sobre o seu design é intuitivo, e o corpo feito de metal dá a sensação de que esta câmera é coisa séria.

A E-P5 não é arbitrariamente retrô. Na verdade, a ideia é se parecer com a antiga Olympus Pen F da década de 1960:

Olympus Pen E-P5 (7)

Você vai notar o seletor de modo P/S/A/M na parte de cima. Há pequenas rodas de rolagem para ajuste na parte dianteira e na traseira da câmera, assim como você veria em uma DSLR, e o layout padrão de botões na parte de trás. A touchscreen LCD tem 1,04 milhões de pontos e é inclinável, aliás.

Olympus Pen E-P5 (6)

Olympus Pen E-P5 (3)

Bem, na verdade, há um belo toque no design da parte traseira. Está vendo aquele pequeno interruptor 1-2 bem abaixo do botão para gravar vídeo? Ao mudá-lo de posição, você alterna entre duas configurações programáveis ​​das rodas de ajuste na parte frontal e traseira da câmera. Dessa forma, na posição 1, as rodas ajustariam a velocidade do obturador e a abertura; na posição 2, ajustariam o ISO e equilíbrio de branco. É um design muito esperto.

Olympus Pen E-P5 (2)

Além do básico, a Olympus fará um novo acessório de mira eletrônica para funcionar com a câmera. O E-P5 será a primeira câmera mirrorless da Olympus a ter Wi-Fi embutido, que está se tornando uma característica cada vez mais básica à medida que toda fabricante a adota. Haverá também um modo para fazer ajuste fino no foco manual, algo já disponível em outras câmeras.

Olympus Pen E-P5 (5)

Mas, de fato, a E-P5 empresta muito da encantadora OM-D EM-5, lançada no ano passado, incluindo o seu sensor de 16 megapixels micro quatro-terços, a sua estabilização de imagem de 5 eixos, e até mesmo o seu autofoco superpreciso. (A Olympus insiste que cada um desses recursos foi ajustado e melhorado ao longo do último ano. Ótimo!)

Resumindo, você pode esperar a mesma qualidade de imagem ótima que você tinha antes, mas com algumas novas funcionalidades e ajustes no corpo – que, eu diria, vieram para melhor.

Olympus Pen E-P5 (4)

A Olympus Pen E-P5 estará disponível este mês por US$ 1.000. Você também pode obtê-la junto a uma lente 17mm f/1.8 e mira eletrônica VF-4 por US$ 1.450.

Sim, isso é muito caro em comparação com outras câmeras mirrorless no mercado. Lembre-se, você vai querer obter algumas lentes extras para esta câmera, porque a lente kit de 17mm não será adequada para todas as situações. Ainda assim, esta é uma câmera impressionante no design e na funcionalidade. [Olympus]