A Samsung anunciou um novo sistema de câmera com lentes intercambiáveis, concentrando-se no visual, tamanho pequeno, conectividade – ah, e selfies. É a NX Mini, que estreia em abril em kits de US$ 450 e US$ 550 com lente. Seu foco são pessoas que querem migrar de um smartphone, mas não querem levar uma DSLR pesada ou câmera mirrorless maior por aí.

Ela preenche esse nicho especial com um sensor CMOS retroiluminado de uma polegada com 20,5 megapixels. São basicamente as mesmas especificações da sensacional Sony RX100 Mark II. Mas há uma grande diferença entre as duas câmeras: você pode trocar as lentes da NX Mini, enquanto na RX100, ela é fixa.

Por isso, ela é mais parecida com a Panasonic GM1, também muito pequena e com lentes intercambiáveis; no entanto, a GM1 tem um sensor maior (micro quatro terços).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Tudo nesta câmera aposta em simplicidade e estilo. Ela tem poucos controles físicos: a maioria das funções são controladas pela touchscreen de três polegadas, que pode ser inclinada em até 180 graus para você tirar fotos de si próprio.

A Samsung também acredita que o mesmo público destas câmeras de bolso também quer trocar lentes: a empresa anunciou três modelos diferentes no lançamento. A gente imaginaria que, se alguém quer algo compacto, não iria carregar lentes extras por aí – e câmeras high-end compactas como a Sony RX100 já possuem lentes rápidas e versáteis – mas a Samsung pensa diferente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O novo sistema de lentes para a NX Mini consiste em uma grande angular de 9 mm f/3.5 (equivalente full-frame a cerca de 24 mm), e uma lente zoom com estabilização óptica 9-27 mm f/3.5-5.6 (equivalente a 24-70mm). Você pode comprar a câmera em um kit com qualquer lente: uma por US$ 450, e outra (zoom) por US$ 550.

Também haverá uma lente 17 mm f/1.8 (equivalente a 45 mm) no futuro. Você também pode comprar um adaptador de US$ 150 para anexar lentes maiores da Samsung NX na NX Mini.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alguns detalhes se destacam nesta câmera: o obturador eletrônico tem velocidade máxima de 1/16000; a bateria promete durar por mais de 600 fotos; e o sensor com iluminação traseira deve ser bem-vindo em situações com pouca luz. Ela dispara 30 fotos por segundo em resolução reduzida, e 6 fps em resolução máxima.

A NX Mini possui Wi-Fi e NFC para compartilhamento, junto a inúmeros recursos que a Samsung coloca em suas câmeras: AutoShare, AutoBackup, Mobile Link, Samsung Link, Group Share, Photo Beam e até Baby Monitor. Ela tem um pequeno flash embutido, e grava vídeo em 1080p a 30 quadros por segundo. O corpo com 22,5 mm de espessura virá em branco, preto, marrom, verde-menta e rosa.

samsung nx mini (1)

Ela pode encontrar seu espaço entre os jovens, mas duvidamos que terá muito apelo entre fotógrafos mais exigentes. A lente kit 9 mm f/3.5 é muito lenta: a abertura é pequena, por isso a câmera precisa aumentar o tempo de exposição – o que pode gerar fotos borradas em pouca luz. Além disso, não há nenhuma indicação de quanto a linha de lentes para esta câmera vai se expandir.

A maior dúvida é se a combinação lentes intercambiáveis + corpo portátil ​da NX Mini vai convencer pessoas o bastante. Só que as principais concorrentes – a RX100 Mark II (ainda mais portátil) e a Panasonic GM1 (com sensor maior) – custam US$ 750. Se você está considerando a NX Mini, é provavelmente devido ao preço.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

samsung nx mini (3)

Atualizado às 13h10